Ecorâmicas 2022

Decrescimento: Humanizar a Economia

Chegando ao final do mês de Outubro é tempo de nos juntarmos a ver filmes/documentários e curtas metragens, para além de debates, com o ambiente no centro da nossa atenção. 

Vimos, por isso, convidar-te para estares presente nas Ecorâmicas (mostra de cinema documental sobre sociedade e ambiente) a decorrer no Fim de Semana de 29 e 30 de Outubro, no auditório da fraterna. 

O tema deste ano é “Decrescimento: Humanizar a Economia”. 
Kenneth Boulding disse que “Quem acredita que o crescimento exponencial pode durar para sempre em um mundo finito ou é um louco ou um economista” e por isso este ano debruçamos sobre o Decrescimento que para além de ser um conceito económico, é também político. Propõe que se mude o paradigma de que as melhorias de condição de vida não estejam associadas ao crescimento consumo pois este não é sustentável pelo nosso ecossistema global, uma vez que os recursos naturais são finitos e por isso não é possível esperar que o crescimento seja infinito.
Podem encontrar mais informações e o programa no nosso site na página dedicada às ecorâmicas deste ano: https://ave-ecologia.org/ecoramicas/2022-decrescimento-humanizar-a-economia/

No decorrer do evento vamos dinamizar um “canto de trocas” onde iremos ter aqueles pequenos objectos que, estando em bom estado, já não nos fazem falta mas podem ainda ter muita utilidade noutras mãos. Se tiveres um livro ou outro “pequeno” utensílio/objeto que te pareça enquadrar neste “canto” traz e talvez ele “ganhe” uma 2ª oportunidade nas mãos de outro ecorâmico e o que sobrar irá ser doado a Fraterna… O canto não está aberto a peças de roupa!

E porque aquilo que nos atrai é mesmo um bom ambiente, no Domingo à tarde, no final das sessões, teremos um pequeno lanche para partilhar.

Aparece! A entrada é gratuita. 

Advertisement

Assembleia Geral Extraordinária – Convocatória

Caros/as associados/as,

Em conformidade com as disposições legais aplicáveis e o disposto nos estatutos (art.º 20.º dos Estatutos) convoco todos os associados para se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária, que terá lugar na sede do Cineclube de Guimarães, sita no Largo da Misericórdia n.º 19, da cidade de Guimarães, no próximo dia 13 de Novembro de 2021, sábado, às 15h, com a seguinte ordem de trabalhos:

  1. Leitura e votação da ata da anterior Assembleia Geral
  2. Informações e esclarecimentos da Direção
  3. Apresentação, discussão e votação do:
    a. Relatório de Atividades e Contas de 2019
    b. Plano de Atividades e Orçamento para 2020
    c. Relatório de Atividades e Contas de 2020
    d. Plano de Atividades e Orçamento para 2021
  4. Outros assuntos de interesse para a Associação.

De acordo com os estatutos da AVE (Art.º 7.º e Art.º 8.º), só os associados com quotização em dia têm direito a voto. Contudo, atenta a proposta da Direção, dadas as circunstâncias vividas, fruto da situação pandémica, excepcionalmente será suficiente que o associado regularize as quotas relativas ao ano de 2019.

Se na data, local e hora marcadas, após o início da Assembleia Geral não estiver reunido o número legal de associados para efeitos de quórum [metade dos Associados efetivos de pleno direito e honorários, validamente inscritos na Associação], a mesma terá lugar trinta minutos após (15h30), no mesmo local e com a mesma ordem de trabalhos, com os Associados efetivos de pleno direito e honorários presentes, independentemente do seu número (Art.º 20.º dos Estatutos).

Guimarães, Outubro de 2021

O presidente da Mesa da Assembleia Geral

Francisco Oliveira da Silva

Comunicado sobre inclusão da Via do Avepark no PRR

A AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, no seguimento e em coerência com a sua posição acerca da Via do Avepark contestou a inclusão deste investimento no Plano de Recuperação e Resiliência.

Através da sua participação na discussão pública do PRR a AVE vem defender que “não é admissível, nem tão pouco racional, avançar com um investimento que não está devidamente estudado e justificado, sabendo de antemão que terá enormes impactes sociais e ambientais e cujo objetivo pode ser conseguido através de outros projetos que se perspectivam”.

Aos argumentos apresentados em 2015, que incidiam sobre a falta de estudos que justificassem um projeto com tão grande impacte ambiental e de avultado investimento, acresce o contexto atual onde a racionalidade dos investimentos deve levar em conta tanto o seu contributo para ultrapassar as crises provocadas pela pandemia, como o seu contributo para a preservação da natureza.

Entende ainda esta Associação que a Via do Avepark deve ser profundamente repensada, devendo a acessibilidade ao Avepark ser assegurada no âmbito dos projetos de mobilidade intra concelhia e de ligação a Braga.

É esta a posição que a AVE irá defender junto do Governo e da União Europeia.

Aceda AQUI à participação da AVE na discussão pública do PRR.

Guimarães, 3 de Março de 2021

A Direcção da AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia

Caminhar em Guimarães: São Lourenço de Sande – Santa Marta das Cortiças

No próximo dia 18 de novembro (domingo), vamos voltar ao “Caminhar em Guimarães” e encerrar o ciclo de caminhadas deste ano. Já estamos a meio do outono, época ideal para esta caminhada, a qual nos irá permitir conhecer um pouco mais desta zona noroeste do concelho de Guimarães, assim como visitar locais de interesse, na fronteira com o concelho bracarense, como Santa Marta das Cortiças, Santa Marta do Leão e a Igreja de Santa Maria Madalena (Falperra).

Adira ao evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

Não é necessária inscrição na caminhada. Basta aparecer! A caminhada é gratuita para os associados da AVE com quotas em dia e terá o custo simbólico de 1 euro para os restantes participantes.

NOTA: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Roteiro

O percurso é circular e tem início e fim junto à Igreja de São Lourenço de Sande. Para além desta, passa pelas freguesias de Balazar e Longos, do concelho de Guimarães e Esporões e Nogueira, do concelho de Braga.

A parte inicial e final da caminhada será feita em caminhos alcatroados e em paralelo, os quais nos permitirão caminhar por entre campos num extenso vale predominantemente rural e vivenciar o outono em todo o seu esplendor de luz e cor.

A subida e a descida são um pouco acentuadas, com algum piso escorregadio e pedras soltas, mas com uma paisagem magnífica.

O Monte da Falperra tem no seu ponto mais alto a capela da Santa Marta das Cortiças, local de fé, de lazer e miradouro. Aqui, vamos realizar o piquenique da caminhada.

 

Logística

Pretendemos iniciar a caminhada às 9h30, junto à Igreja Paroquial de São Lourenço de Sande (41°30’22.31″N 8°21’38.06″W). Para quem preferir partilhar transporte, haverá um ponto de encontro prévio junto à entrada do campus da Universidade do Minho, em Azurém, às 9h00. Recomendamos a partilha de automóvel, para diminuirmos a pegada ecológica desta atividade.

Para alguma eventualidade em que seja necessário contactar a organização, podem ser usadas duas alternativas: info@ave-ecologia.org (e-mail) ou 912 840 699 (telefone).

Ficha técnica

  • Distância: 12 km
  • Dificuldade: média.
  • Duração estimada: 6 horas
  • Percurso: KML

altimetria-santamarta

 

Caminhada Porto – Miramar

No próximo dia 13 de maio, a AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia – vai organizar mais uma caminhada para todos os sócios e amigos, na marginal do Rio Douro e Costa Verde. O percurso é linear, tendo início no Porto e fim em Miramar.

Sairemos da estação de comboios de Guimarães às 8h48, com destino a Porto – São Bento, e regressaremos também de comboio a partir da estação de Miramar, às 17h12, com escala no Porto e chegada a Guimarães prevista para as 19h37.

IMPORTANTE: A CP oferece condições especiais para viagens em grupo, mas é necessária a reserva e aquisição prévia dos bilhetes. Portanto, cada participante terá de se inscrever na atividade, para que a AVE adquira o bilhete coletivo. Quem não quiser inscrever-se, poderá participar na atividade, contudo terá de comprar o bilhete individual por sua conta, com um custo de 7,85€.

IMG_0119 (1280x960)

Inscrição

Para participar na atividade, deverá inscrever-se aqui e aguardar que a direção da AVE valide a sua inscrição. A data-limite para as inscrições é o dia 6 de maio (domingo). Note que a CP não reembolsa o valor de bilhetes não utilizados, pelo que pedimos que se inscreva apenas se estiver convicto/a de que irá participar.

A participação terá um custo de 2€ para quem se inscrever (3€ para não sócios) e incluirá o preço do bilhete, que a AVE adquirirá antecipadamente. Quem não se inscrever atempadamente, poderá comparecer no dia 13, devendo no entanto suportar o custo do bilhete individual que terá de adquirir por sua conta na bilheteira da CP. Acrescerá igualmente 1€ pela participação na atividade, caso não seja sócio.

Inscreva-se aqui.

Após a inscrição ter sido validada, o/a participante irá receber uma confirmação na sua caixa de e-mail.

Entretanto, adira ao evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

O percurso

Logo no início da caminhada iremos atravessar o rio Douro pelo tabuleiro superior da Ponte D. Luís, de onde poderemos contemplar a magnífica paisagem, que esta nos presenteia, sobre o rio e cidades do Porto e Gaia.

A marginal de Gaia com todo o seu encanto natural vai fazer parte do cenário que nos acompanhará até à Foz do Douro. Pelo caminho, ainda iremos ter a oportunidade de visitar o Centro Interpretativo do Património da Afurada e a Reserva Natural do Estuário do Douro.

Chegados à foz, iremos fazer o habitual piquenique nos vastos penedos sobranceiros ao mar. O resto da caminhada é feito em grande parte em passadiços de madeira sobre as dunas, e marcado pela presença constante do mar e das suas estreitas praias, carregadas de penedos. A capela do Senhor da Pedra edificada em cima de penedos fustigados pelas ondas é de visita obrigatória e o seu vasto areal convida a um merecido descanso.

Logística

O ponto de encontro será na Estação de Caminhos de Ferro de Guimarães, às 8h30. Lembre-se que o comboio parte às 8h48! Esteja atento/a à sua caixa de e-mail, através da qual poderemos partilhar informações pertinentes sobre a logística desta caminhada!

Durante a caminhada, faremos um pique-nique sensivelmente a meio do percurso. Cada participante deverá portanto levar o seu próprio farnel. Devem também levar roupa e calçado adequado às condições climatéricas.

Para alguma eventualidade em que seja necessário contactar a organização, podem ser usadas duas alternativas: info@ave-ecologia.org (e-mail) ou 912 840 699 (telefone).

NOTA: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Ficha técnica

  • Grau de dificuldade: fácil.
  • Distância a percorrer: 16Km.
  • Duração da caminhada: 7 horas