Comunicado sobre inclusão da Via do Avepark no PRR

A AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, no seguimento e em coerência com a sua posição acerca da Via do Avepark contestou a inclusão deste investimento no Plano de Recuperação e Resiliência.

Através da sua participação na discussão pública do PRR a AVE vem defender que “não é admissível, nem tão pouco racional, avançar com um investimento que não está devidamente estudado e justificado, sabendo de antemão que terá enormes impactes sociais e ambientais e cujo objetivo pode ser conseguido através de outros projetos que se perspectivam”.

Aos argumentos apresentados em 2015, que incidiam sobre a falta de estudos que justificassem um projeto com tão grande impacte ambiental e de avultado investimento, acresce o contexto atual onde a racionalidade dos investimentos deve levar em conta tanto o seu contributo para ultrapassar as crises provocadas pela pandemia, como o seu contributo para a preservação da natureza.

Entende ainda esta Associação que a Via do Avepark deve ser profundamente repensada, devendo a acessibilidade ao Avepark ser assegurada no âmbito dos projetos de mobilidade intra concelhia e de ligação a Braga.

É esta a posição que a AVE irá defender junto do Governo e da União Europeia.

Aceda AQUI à participação da AVE na discussão pública do PRR.

Guimarães, 3 de Março de 2021

A Direcção da AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia

Tertúlia – “História da Ave”

A AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia promove a “Tertúlia: história da AVE”.

Decorridos quase 19 anos desde que foi constituída, a AVE pretende dar a conhecer à nova geração de associados, e aos demais interessados, um pouco mais da sua história, promovendo para tal uma tertúlia em que os protagonistas são os sócios que tiveram o cargo de “Presidente da Direção”.

Desde a sua fundação até ao presente, serão abordadas as motivações, as causas e os momentos mais relevantes da história da AVE.

Será também uma oportunidade para debater os atuais desafios ambientais num contributo para o plano de atividades de 2020, que está em fase de elaboração.

O evento é aberto a toda a comunidade e decorrerá no próximo dia 18 de Janeiro (sábado) pelas 21:00h na sede do Cineclube de Guimarães sito no Largo da Misericórdia 8-11, 2º andar.

Para mais informações consulte a página do Facebook da AVE.

Contamos com a vossa presença e agradecemos a divulgação deste convite.

Caminhar em Guimarães: Creixomil – Fermentões, pelas margens do Rio Selho

A AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, no âmbito das Ecorâmicas 2019, vai realizar no domingo dia 20/10/2019 uma caminhada pelas margens do Rio Selho, entre Creixomil e Fermentões, de sensibilização para o problema da poluição da água dos rios.

Esta será também uma oportunidade de conhecermos melhor o património natural e edificado desta parte da cidade.

O percurso é circular tendo início e fim junto ao Pavilhão Multiusos em Creixomil, Guimarães.

Logo no início da caminhada vamos atravessar a horta pedagógica e o rio de Couros. Depois subir em direção à Senhora da Luz e descer até ao Rio Selho.

Esta primeira parte do percurso até ao rio tem uma paisagem multifacetada onde alguns antigos bairros habitacionais ainda perduram.

Ao longo do rio teremos oportunidade de ver edifícios que albergavam moinhos e as levadas que os alimentavam.

No regresso passaremos junto da quinta da Covilhã, onde as suas vinhas embelezam a paisagem.

Depois de passar ao lado do Laboratório da Paisagem e Ponte Romana, cruzaremos o antigo “Caminho Real” que ligava Guimarães a Vila do Conde e percorreremos a Veiga de Creixomil, onde a agricultura ainda marca alguma presença.

Ponto de encontro: 08:30h junto ao Multiusos e Horta Pedagógica em Guimarães

Início da caminhada: 08:45

Distância a percorrer: 7 Km

Grau de dificuldade: fácil

Duração estimada: 3 horas

Não haverá piquenique, mas cada participante deve levar água e reforço alimentar.

Recomenda-se o uso de calçado adequado a piso escorregadio.

Esta Caminhada é gratuita e não é necessária inscrição. Basta aparecer!

Nota: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Caminhada Esmoriz- Miramar

No próximo dia 16 de junho de 2019, a AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia – vai organizar mais uma caminhada para todos os sócios e amigos, na marginal sul da Costa Verde.

O percurso é linear e terá início na parte oriental da Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos e fim em Miramar. 

A viagem será feita de comboio com partida de Guimarães às 08:48h e destino a Esmoriz. O regresso será igualmente de comboio com partida da estação de Miramar e chegada prevista a Guimarães às 19:37h.

A CP Oferece condições especiais para viagens em grupo, sendo necessária a reserva e aquisição antecipada dos bilhetes.

Inscrição

Cada participante deverá inscrever-se na caminhada até ao dia 9 de junho, para que a AVE possa adquirir o bilhete de grupo com a necessária antecedência.

A inscrição terá o custo de 2 euros para sócios e de 3 euros para não sócios com bilhete incluido.

Quem não pretender inscrever-se poderá igualmente participar na caminhada, podendo adquirir o bilhete individual no próprio dia por sua conta e pagando o custo normal, acrescido de 1 euro para os não sócios.

O pagamento será efectuado no momento da entrega do bilhete.

Tenha em atenção que só deve inscrever-se se estiver convicto de que vai participar na caminhada, pois, faltando, a CP não reembolsa o valor dos bilhetes não utilizados.
Inscreva-se aqui!

Data limite da inscrição: até às 24h do dia 9 de junho

Adira e Partilhe o evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

Roteiro

A dificuldade deste percurso é fácil, com 16 km. A maior parte da caminhada é feita em passadiços de madeira, sendo a parte inicial sobre a marginal da lagoa, onde a beleza natural encanta quem a percorre.

A Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos é uma área protegida e um santuário de biodiversidade, estando integrada na “Rede Natura 2000”.

O observatório de avifauna e a famosa ponte da lagoa permitem observar para além das aves e da fauna, uma paisagem singular.

De Paramos até Miramar, o percurso tem sempre o mar como paisagem de fundo, onde uma das suas praias nos irá acolher para o piquenique.

O percurso passa por Espinho, Granja, Ajuda, terminando junto à capela do Senhor da Pedra em Miramar.

Logística

O ponto de encontro será na estação de comboios de Guimarães às 08:30h para distribuição dos bilhetes.

Tenha em atenção que o comboio parte impreterivelmente às 08.48h.

A meio do percurso faremos o piquenique.
Devem trazer farnel para almoço, água em quantidade necessária e algum reforço.

Devem levar roupa e calçado adequado às condições climatéricas. Aconselha-se ainda a aplicação de protector solar e uso de chapéu.

Ficha técnica

  • Distância: 16 km
  • Dificuldade: fácil
  • Duração estimada: 6:30h – incluindo pausa para piquenique 
  • Âmbito: Histórico-cultural, ambiental e paisagístico.
  • Ponto de encontro: estação de comboios de Guimarães às 08:30h.

NOTA: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Para alguma eventualidade em que seja necessário contactar a organização, podem ser usadas duas alternativas: info@ave-ecologia.org (e-mail) ou 912 840 699 (telefone).

Trilho dos Canos de Água – Caminhada

AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, vai promover mais uma caminhada a realizar no dia 19 de Maio de 2019 que nos levará pelo “Trilho dos Canos de água” em Viana do Castelo.

O percurso inicia-se junto ao Santuário de Santa Luzia e brinda-nos logo aí com uma panorâmica magnífica sobre a cidade de Viana do Castelo, o Rio Lima e a Costa Atlântica. 

A igreja de Santa Luzia, a Citânia de Santa Luzia e o cenário da foz do Lima são os principais motivos de interesse deste trilho.

Caminharemos junto aos canos de água, deparando-nos a dada altura do percurso com os “Arcos do Fincão” – dois imponentes arcos de pedra paralelos que fazem parte de um complexo sistema de abastecimento de água da cidade e que sustentam ainda hoje canos de água. Estes com origem em várias minas na encosta poente da Serra de Santa Luzia.

Santa Luzia – Viana do Castelo

Adira e Partilhe o evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

Não é necessária inscrição na caminhada. Basta aparecer!

A caminhada é gratuita para os associados da AVE com quotas em dia e terá o custo simbólico de 1 euro para os restantes participantes.

NOTA: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Roteiro

O percurso é circular, tendo início e fim junto ao Santuário de Santa Luzia – Viana do Castelo.

A dificuldade deste percurso é fácil, com 10,7 km. O trajeto é feito boa parte por caminhos florestais com algumas pedras soltas e presença de algum tojo – vulgo mato, pelo que se recomenda uso de vestuário e calçado adequado às condiçõ

Pontos de interesse: um dos principais pontos de interesse deste trilho são o Santuário de Santa Luzia, os Arcos do Fincão e Aqueduto – Ribeira a Azenha e Cascata, aldeia de S. Mamede, a Casa do Radar, o Parque de Lazer, a Carreira de Tiro, o Miradouro e a Citânia de Santa Luzia.

Logística

A caminhada iniciará às 09:30h junto ao Santuário de Santa Luzia em Viana do Castelo, Para quem preferir partilhar transporte, haverá um ponto de encontro prévio junto à entrada do Campus da Universidade do Minho, em Azurém, às 07:45h. Recomendamos a partilha de automóvel, para diminuirmos a pegada ecológica desta atividade.

Para alguma eventualidade em que seja necessário contactar a organização, podem ser usadas duas alternativas: info@ave-ecologia.org (e-mail) ou 912 840 699 (telefone).

Ficha técnica

  • Distância: 10,7 km
  • Dificuldade: fácil
  • Duração estimada: 7 horas incluindo pausa para piquenique 
  • Âmbito: Histórico-cultural, ambiental e paisagístico.

Devem trazer farnel para almoço, água em quantidade necessária e algum reforço (fruta, bolachas…)