Filmes Ecorâmicas 2018

NOTA: Todos os filmes serão exibidos no Auditório da Fraterna (Couros).

“Eu Não Sou o Trânsito”, de Diogo Louzada

  • Quando: 26 de outubro, sexta-feira, 21h30
  • Origem, Ano: Brasil, 2012
  • Duração: 2 min.
  • Sinopse: O vídeo mostra a diferença entre ser o trânsito (fazer parte dele) e não ser o trânsito, através da rotina de uma pessoa que se desloca de automóvel e de outra que se desloca a pé.

12_12_2014_12_30_carrossel4444terwerq2


“A Arte de Transportar Coisas de Bicicleta”, de Laura Lukitsch

  • Quando: 26 de outubro, sexta-feira, 21h30
  • Título original: Urban Biking: The Art Of Carrying Things By Bike
  • Origem, Ano: EUA, 2013
  • Duração: 5 min.
  • Sinopse: Nos Estados Unidos, a maioria das crianças anda de bicicleta até ao ensino secundário, quando trocam duas rodas por quatro. O máximo que eles carregam é uma chave da casa. À medida que mais adultos decidem usar a bicicleta como meio de transporte, estes podem, inicialmente, achar misterioso o desafio de carregar as suas coisas. Enquanto a forma como se carrega coisas depende de muitos fatores (bicicleta, material, preferências, praticidade), este vídeo mostra novas ideias inspiradoras para criar o melhor sistema para as suas necessidades!

cddb1ef2a8475fbffea1b25f8ac139ab


“Groningen: A Cidade Mais Ciclável do Mundo”, de Clarence Eckerson Jr.

  • Quando: 26 de outubro, sexta-feira, 21h30
  • Título original: Groningen: The World’s Cycling City
  • Origem, Ano: EUA, 2013
  • Duração: 16 min.
  • Sinopse: Groningen decidiu na década de 1970 implementar políticas para facilitar a vida de quem anda a pé ou de bicicleta e desencorajar o uso de carros no centro da cidade. Transformando algumas ruas para uso exclusivamente pedestre, construindo ciclovias em toda parte e criando um padrão único de transporte que proíbe a circulação de veículos através da cidade, Groningen, na verdade, fez da bicicleta – na maioria dos casos – a escolha mais rápida e preferida de transporte.

451379793_1280x720


“A Escala Humana”, de Andreas Dalsgaard

  • Quando: 26 de outubro, sexta-feira, 21h45
  • Título original: The Human Scale
  • Origem, Ano: Dinamarca, 2012
  • Duração: 83 min.
  • Sinopse: Metade da população mundial vive em áreas urbanas. Em 2050, a proporção aumentará para 80%. A vida nas mega-cidades é tão encantadora como problemática. Enfrentamos hoje um pico no consumo de energias fósseis, alterações climáticas, solidão e problemas de saúde devido ao nosso estilo de vida. Porquê? O arquiteto e professor dinamarquês Jan Gehl estudou o comportamento humano nas cidades durante quatro décadas. Documentou como as cidades modernas são repelentes da interação humana e defende que podemos construir cidades de forma a ter em conta as necessidades humanas de inclusão e intimidade. ‘A Escala Humana’ junta pensadores, arquitetos e urbanistas do mundo inteiro. Questiona as nossas assunções sobre a modernidade, explorando o que acontece quando colocamos as pessoas no centro do planeamento urbano.

“Copenhaga: Ruas Sem Carros e Zonas de Baixa Velocidade”, de Clarence Eckerson Jr.

  • Quando: 27 de outubro, sábado, 15h00
  • Título original: Copenhagen’s Car-Free Streets & Slow-Speed Zones
  • Origem, Ano: EUA, 2010
  • Duração: 7 min.
  • Sinopse: Em Copenhaga, nunca temos de nos deslocar muito para ver um belo espaço público ou uma rua sem carros, cheia de pessoas. Na verdade, desde o início da década de 1960, 18 locais de estacionamento no centro da cidade foram transformados em espaços públicos para a população. A cidade é muito agradável para caminhar ou pedalar e possui uma série de políticas para acalmar o trânsito ou restringir o uso do automóvel.

Copenhagen-car-free-poster


“Zurique: Onde as Pessoas São Bem-Vindas e os Carros Não”, de Clarence Eckerson Jr.

  • Quando: 27 de outubro, sábado, 15h00
  • Título original: Zurich: Where People Are Welcome and Cars Are Not
  • Origem, Ano: EUA, 2014
  • Duração: 10 min.
  • Sinopse: Quando se trata de opções de transporte e planeamento urbano inteligente, pode-se argumentar que Zurique, na Suíça, tem um lugar destacado no mundo. A cidade tem implantado uma série de políticas e práticas que fazem com que viver e trabalhar em Zurique seja uma experiência agradável em qualquer modo (ou modos) de transporte utilizado.

492812442_1280x720


“Urbanizados”, de Gary Hustwit

  • Quando: 27 de outubro, sábado, 15h00
  • Título original: Urbanized
  • Origem, Ano: EUA, Reino Unido, 2011
  • Duração: 86 min.
  • Sinopse: Quem tem permissão para assim moldar as nossas cidades? Como pode o design da nossa cidade afetar a nossa vida? Através da exploração de diferentes projetos urbanos em dezenas de cidades à volta do mundo, especialistas em urbanização debatem o futuro das cidades. Este filme centra-se na concepção de várias cidades e também mostra alguns dos arquitetos mais famosos do mundo, incluindo Sir Norman Foster, Rem Koolhaas, Jan Gehl, Oscar Niemeyer, Amanda Burden e Enrique Peñalosa.

“Apresentando o Futuro Hoje”, de Daniel Huhn e Theresa Zimmermann

  • Quando: 28 de outubro, domingo, 15h00
  • Título original: Showing the Future Today
  • Origem, Ano: Alemanha, 2013
  • Duração: 11 min.
  • Sinopse: Num bairro de Suwon City, na Coreia, os carros foram proibidos de circular por um mês, em 2013. A população percebeu os benefícios e o sucesso do evento acabou gerando ações definitivas como proibir automóveis em certas vias, Zonas 30, etc.

showingfuture


“Explorando as Ruas de Estocolmo”, de Clarence Eckerson Jr.

  • Quando: 28 de outubro, domingo, 15h00
  • Título original: Exploring the Streets of Stockholm
  • Origem, Ano: EUA, 2014
  • Duração: 13 min.
  • Sinopse: O filme mostra Estocolmo, na Suécia, como uma cidade para pessoas e as ações voltadas para o transporte ativo: caminhadas e bicicletas. Também aborda a política para eliminar os acidentes com mortes, a chamada Vision Zero.

maxresdefault


“Bicicletas vs. Carros”, de Fredrik Gertten

  • Quando: 28 de outubro, domingo, 15h30
  • Título original: Bikes vs Cars
  • Origem, Ano: EUA, 2015
  • Duração: 90 min.
  • Sinopse: Em tempos de crise generalizada, é necessário relacionar algumas discussões no que tange ao clima, recursos naturais e cidades. A indústria automobilística cresce desenfreadamente. Ciclistas militantes buscam mudanças radicais na mobilidade das grandes cidades. As diferenças no uso de bicicletas e de carros são gritantes em comparação entre algumas cidades, como São Paulo e Copenhaga.

“Massa Crítica: Londres, Junho 2018”, de Tim Wood

  • Quando: 28 de outubro, domingo, 17h00
  • Título original: Critical Mass London – June 2018
  • Origem, Ano: Reino Unido, 2018
  • Duração: 2 min.
  • Sinopse: Na última sexta-feira de cada mês, às 7 da tarde, ciclistas e skaters juntam-se para um passeio por Londres. Indo de algumas centenas a um milhar, este grupo atingiu a ‘massa crítica’ e é capaz de fluir pelas ruas sem impedimento.

maxresdefault (1)

Anúncios