Coruja-das-torres (Tyto alba)

Aspecto surpreendente, caracterizado pela plumagem branca, face em forma de coração, asas douradas e olhos negros. É uma ave de rapina nocturna que quando em voo pode surpreender o observador pela sua aparência fantasmagórica. Curiosamente, o pescoço da Coruja-das-torres tem uma capacidade de “giro” de 270°, para compensar o facto de os seus olhos serem imóveis. Ainda assim, possui uma visão 100 vezes melhor do que a do ser humano. A sua vocalização é um grito rouco. A Coruja-das-torres é residente pois está presente em Portugal durante todo o ano. Os ratos constituem o seu alimento preferido. Porém, também ingere insectos, morcegos, anfíbios, répteis e pequenas aves. Habitam, preferencialmente, zonas de campos agrícolas, com sebes, taludes e matos. Nidificam de forma frequente em cavidades de árvores, construções abandonadas, celeiros, chaminés, armazéns ou torres de igrejas. Em Guimarães existe um pouco por toda a região, desde o perímetro urbano até às zonas mais rurais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s