SECÇÃO DO “MERCADINHO” SEMANAL DE PRODUTOS BIOLÓGICOS E ARTESANAIS

Desde 2013 que em virtude da colaboração com o Museu Alberto Sampaio e o Restaurante Cor de Tangerina, os agricultores locais de frescos em Modo de Produção Biológico e os produtores que transformam artesanalmente a sua produção própria estão presentes num Mercadinho Local que se realiza semanalmente no Museu Alberto Sampaio.
De modo a respeitar o disposto no Decreto- Lei 85/2015 de 21 de Maio, vulgo “Regime Jurídico Aplicável aos Mercados Locais de Produtores”, o presente regulamento enquadra o “Mercadinho” como secção da AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, enquanto entidade co-promotora e legalmente constituída, destinando-se a proporcionar um suporte de responsabilidade legal adequado ao desenvolvimento desta atividade, aberta aos produtores de Guimarães e região envolvente sob as condições dispostas no presente regulamento.
Vimos também por este meio apelar a inscrições de produtores biológicos certificados que cumpram as condições e requisitos dispostos no regulamento a formalizarem o seu interesse através da ficha de inscrição anexa ao regulamento, enviando a documentação solicitada para o email ave.ecologia@gmail.com

Consulte o e ao Formulário de Inscrição em: Regulamento

Caminhar em Guimarães: Creixomil – Fermentões, pelas margens do Rio Selho

A AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, no âmbito das Ecorâmicas 2019, vai realizar no domingo dia 20/10/2019 uma caminhada pelas margens do Rio Selho, entre Creixomil e Fermentões, de sensibilização para o problema da poluição da água dos rios.

Esta será também uma oportunidade de conhecermos melhor o património natural e edificado desta parte da cidade.

O percurso é circular tendo início e fim junto ao Pavilhão Multiusos em Creixomil, Guimarães.

Logo no início da caminhada vamos atravessar a horta pedagógica e o rio de Couros. Depois subir em direção à Senhora da Luz e descer até ao Rio Selho.

Esta primeira parte do percurso até ao rio tem uma paisagem multifacetada onde alguns antigos bairros habitacionais ainda perduram.

Ao longo do rio teremos oportunidade de ver edifícios que albergavam moinhos e as levadas que os alimentavam.

No regresso passaremos junto da quinta da Covilhã, onde as suas vinhas embelezam a paisagem.

Depois de passar ao lado do Laboratório da Paisagem e Ponte Romana, cruzaremos o antigo “Caminho Real” que ligava Guimarães a Vila do Conde e percorreremos a Veiga de Creixomil, onde a agricultura ainda marca alguma presença.

Ponto de encontro: 08:30h junto ao Multiusos e Horta Pedagógica em Guimarães

Início da caminhada: 08:45

Distância a percorrer: 7 Km

Grau de dificuldade: fácil

Duração estimada: 3 horas

Não haverá piquenique, mas cada participante deve levar água e reforço alimentar.

Recomenda-se o uso de calçado adequado a piso escorregadio.

Esta Caminhada é gratuita e não é necessária inscrição. Basta aparecer!

Nota: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Ecorâmicas 2019 – RIOS

 
A  AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia informa que decorrerá durante os dias 24 a 27  de Outubro  mais uma edição das Ecorâmicas 2019 – Mostra de Cinema Documental sobre Ambiente e Sociedade que este ano terá como tema os Rios.
Apelamos à Vossa participação neste evento dada a importância do tema e a qualidade dos intervenientes.

Cinema Documental Debates

24 de Outubro, 21:30h – Sede Cineclube Guimarães

25 de Outubro, 21:30h – Universidade do Minho, Azurém

26 e 27 de Outubro, 15:00h – Fraterna

Organização AVE

Apoios:
Câmara Municipal de Guimarães
Cineclube de Guimarães
Geoplanum
ICS U. Minho

Caminhar em Guimarães: de Souto a Garfe – pela montanha e margens do rio Ave

No próximo dia 22 de setembro de 2019, vamos voltar ao “Caminhar em Guimarães” para dar a conhecer um pouco melhor a parte norte do concelho, na zona de fronteira com o vizinho concelho da Póvoa de Lanhoso.

Num ambiente urbano e rural, caminhando pela montanha e margens do Ave, os caminheiros serão brindados e surpreendidos com uma diversificada e linda paisagem, passando pelas freguesias de Souto Santa Maria, Gondomar e Donim, do concelho de Guimarães, e de Garfe, Campos e Santo Emilião, da Póvoa de Lanhoso.

O percurso é circular, tem início e fim no parque de lazer de Souto Santa Maria.

Na parte inicial do percurso, iremos subir um pouco o monte de São Simão, passar junto a uma das polémicas pedreiras de Gondomar, caminhar a meia encosta e contemplar a vasta planície.

Descendo a encosta pelos seus estreitos e diversificados caminhos, por entre casas e quintais, chegaremos à igreja matriz de Gondomar.

Entraremos em caminhos rurais, os quais nos conduzirão até Garfe, onde vamos encontrar a capela de São Roque. Esta freguesia situa-se já no concelho da Póvoa de Lanhoso e é uma das duas únicas situadas na margem esquerda do Ave.

A partir daqui e até à ponte em Campos caminharemos por caminhos de serventia agrícola na margem esquerda do rio Ave, numa peculiar envolvência natural e rural.

Pela borda dos campos agrícolas, junto ao rio em estrada rural iremos até ao parque de lazer de Gondomar, onde faremos o habitual piquenique.

O regresso até ao local de partida será feito junto ao rio Ave, pela margem direita, por terras de Santo Emilião e Donim.

Grau de dificuldade: fácil/média;

Distância a percorrer: 13Km;

Duração da caminhada: 6:00 horas;

Saída de Guimarães: 08:30h junto à Universidade do Minho em Azurém;

Início da caminhada: 09:00 horas – Parque de lazer de Souto Santa Maria;

Cada participante deve levar: farnel e água em quantidade necessária.

Adira e divulgue o evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.