Caminhar em Guimarães: de Souto a Garfe – pela montanha e margens do rio Ave

No próximo dia 22 de setembro de 2019, vamos voltar ao “Caminhar em Guimarães” para dar a conhecer um pouco melhor a parte norte do concelho, na zona de fronteira com o vizinho concelho da Póvoa de Lanhoso.

Num ambiente urbano e rural, caminhando pela montanha e margens do Ave, os caminheiros serão brindados e surpreendidos com uma diversificada e linda paisagem, passando pelas freguesias de Souto Santa Maria, Gondomar e Donim, do concelho de Guimarães, e de Garfe, Campos e Santo Emilião, da Póvoa de Lanhoso.

O percurso é circular, tem início e fim no parque de lazer de Souto Santa Maria.

Na parte inicial do percurso, iremos subir um pouco o monte de São Simão, passar junto a uma das polémicas pedreiras de Gondomar, caminhar a meia encosta e contemplar a vasta planície.

Descendo a encosta pelos seus estreitos e diversificados caminhos, por entre casas e quintais, chegaremos à igreja matriz de Gondomar.

Entraremos em caminhos rurais, os quais nos conduzirão até Garfe, onde vamos encontrar a capela de São Roque. Esta freguesia situa-se já no concelho da Póvoa de Lanhoso e é uma das duas únicas situadas na margem esquerda do Ave.

A partir daqui e até à ponte em Campos caminharemos por caminhos de serventia agrícola na margem esquerda do rio Ave, numa peculiar envolvência natural e rural.

Pela borda dos campos agrícolas, junto ao rio em estrada rural iremos até ao parque de lazer de Gondomar, onde faremos o habitual piquenique.

O regresso até ao local de partida será feito junto ao rio Ave, pela margem direita, por terras de Santo Emilião e Donim.

Grau de dificuldade: fácil/média;

Distância a percorrer: 13Km;

Duração da caminhada: 6:00 horas;

Saída de Guimarães: 08:30h junto à Universidade do Minho em Azurém;

Início da caminhada: 09:00 horas – Parque de lazer de Souto Santa Maria;

Cada participante deve levar: farnel e água em quantidade necessária.

Adira e divulgue o evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

Caminhada Feira da Terra

No próximo dia 13 de julho, a AVE volta a colaborar na Feira da Terra (organização da ADCL – Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais), com uma caminhada pelo território Torcatense.

Todos os anos procuramos inovar e dar a conhecer zonas menos conhecidas desse belo vale.

Desta vez, iremos explorar uma encosta de São Torcato com subida à popular “Pedra Fina”, uma zona de floresta um pouco descaracterizada devido às plantações de eucalipto e à rede de Alta Tensão que tem um poste mesmo nessa zona, onde se pode encontrar um marco geodésico.

De qualquer maneira neste percurso podemos perceber o quão próximos podemos estar de paisagens que nos permitem um contacto privilegiado com a natureza.

Nesta caminhada procuramos deixar uma marca positiva e um alerta com a limpeza do lixo que iremos encontrar nos primeiros metros de caminhada.

Apesar da caminhada ser curta e terminar previsivelmente antes das 13h, não havendo portanto piquenique, recomendamos que tragam um lanche da manhã e água suficiente para eventuais altas temperaturas.

Adira e divulgue o evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

Logística

O ponto de encontro será no Terreiro de São Torcato às 09.00h – junto ao coreto.

Devem trazer lanche e água em quantidade necessária.

Devem levar roupa e calçado adequado às condições climatéricas.

Aconselha-se ainda a aplicação de protector solar e uso de chapéu, caso as condições climatéricas assim o exijam.

Ficha técnica

  • Distância: 10 km
  • Dificuldade: média
  • Duração estimada:  3h – incluindo pausa para lanche.
  • Âmbito: Histórico-cultural, ambiental e paisagístico.
  • Ponto de encontro: junto ao coreto no Terreiro de São Torcato às 09:00h.

Não é necessária inscrição na caminhada. Basta aparecer!

NOTA: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Para alguma eventualidade em que seja necessário contactar a organização, podem ser usadas duas alternativas: info@ave-ecologia.org (e-mail) ou 912 840 699.

A AVE e o Solstício…

Em 2019 o solstício de verão acontece no dia 21 de Junho, uma sexta-feira. 

No hemisfério norte, o dia do solstício do verão corresponde ao dia mais longo do ano (em Guimarães o sol nasce às 06:00h e tem o ocaso às 21:10h). É o dia que marca o início do verão, e é o momento em que o Sol atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do Equador.

Festejado desde tempos imemoriais, o solstício comemora o Sol, a Luz e o Fogo, a fertilidade e a celebração da vida.

Desde 2013 que a AVE marca o solstício de verão na Penha, juntando todos aqueles que querem entrar no verão em harmonia com a Terra, contemplando com calma o entardecer deste dia e a chegada da noite mais curta do ano. 

Neste “sonho de uma noite de verão” subimos à Penha de teleférico, fazemos ioga, lemos poesia, merendamos, contemplamos o pôr-do-sol, e depois descemos tranquilamente à cidade.

Programa

  • Subida de teleférico (encerra às 18:30h – o bilhete custa 1€ para residentes e 4€ para os não residentes no concelho);
  • Local: penedo junto ao Pio IX
  • Sessão de Ioga 
  • Poesia na Penha (traga consigo se quiser ler) 
  • Piquenique ligeiro 
  • Descida:

            A: guiada a pé até ao centro da cidade: devem levar lanterna e roupa e calçado adequados

           B: percurso de bicicleta pelas ciclovias da cidade (+- 15 km) – capacete, luzes e colete reflector obrigatórios

  • Brinde ao Verão no centro histórico

Para mais informações acompanhe e divulgue o evento na página da AVE no Facebook.

Caminhada Esmoriz- Miramar

No próximo dia 16 de junho de 2019, a AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia – vai organizar mais uma caminhada para todos os sócios e amigos, na marginal sul da Costa Verde.

O percurso é linear e terá início na parte oriental da Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos e fim em Miramar. 

A viagem será feita de comboio com partida de Guimarães às 08:48h e destino a Esmoriz. O regresso será igualmente de comboio com partida da estação de Miramar e chegada prevista a Guimarães às 19:37h.

A CP Oferece condições especiais para viagens em grupo, sendo necessária a reserva e aquisição antecipada dos bilhetes.

Inscrição

Cada participante deverá inscrever-se na caminhada até ao dia 9 de junho, para que a AVE possa adquirir o bilhete de grupo com a necessária antecedência.

A inscrição terá o custo de 2 euros para sócios e de 3 euros para não sócios com bilhete incluido.

Quem não pretender inscrever-se poderá igualmente participar na caminhada, podendo adquirir o bilhete individual no próprio dia por sua conta e pagando o custo normal, acrescido de 1 euro para os não sócios.

O pagamento será efectuado no momento da entrega do bilhete.

Tenha em atenção que só deve inscrever-se se estiver convicto de que vai participar na caminhada, pois, faltando, a CP não reembolsa o valor dos bilhetes não utilizados.
Inscreva-se aqui!

Data limite da inscrição: até às 24h do dia 9 de junho

Adira e Partilhe o evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

Roteiro

A dificuldade deste percurso é fácil, com 16 km. A maior parte da caminhada é feita em passadiços de madeira, sendo a parte inicial sobre a marginal da lagoa, onde a beleza natural encanta quem a percorre.

A Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos é uma área protegida e um santuário de biodiversidade, estando integrada na “Rede Natura 2000”.

O observatório de avifauna e a famosa ponte da lagoa permitem observar para além das aves e da fauna, uma paisagem singular.

De Paramos até Miramar, o percurso tem sempre o mar como paisagem de fundo, onde uma das suas praias nos irá acolher para o piquenique.

O percurso passa por Espinho, Granja, Ajuda, terminando junto à capela do Senhor da Pedra em Miramar.

Logística

O ponto de encontro será na estação de comboios de Guimarães às 08:30h para distribuição dos bilhetes.

Tenha em atenção que o comboio parte impreterivelmente às 08.48h.

A meio do percurso faremos o piquenique.
Devem trazer farnel para almoço, água em quantidade necessária e algum reforço.

Devem levar roupa e calçado adequado às condições climatéricas. Aconselha-se ainda a aplicação de protector solar e uso de chapéu.

Ficha técnica

  • Distância: 16 km
  • Dificuldade: fácil
  • Duração estimada: 6:30h – incluindo pausa para piquenique 
  • Âmbito: Histórico-cultural, ambiental e paisagístico.
  • Ponto de encontro: estação de comboios de Guimarães às 08:30h.

NOTA: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Para alguma eventualidade em que seja necessário contactar a organização, podem ser usadas duas alternativas: info@ave-ecologia.org (e-mail) ou 912 840 699 (telefone).

Trilho dos Canos de Água – Caminhada

AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, vai promover mais uma caminhada a realizar no dia 19 de Maio de 2019 que nos levará pelo “Trilho dos Canos de água” em Viana do Castelo.

O percurso inicia-se junto ao Santuário de Santa Luzia e brinda-nos logo aí com uma panorâmica magnífica sobre a cidade de Viana do Castelo, o Rio Lima e a Costa Atlântica. 

A igreja de Santa Luzia, a Citânia de Santa Luzia e o cenário da foz do Lima são os principais motivos de interesse deste trilho.

Caminharemos junto aos canos de água, deparando-nos a dada altura do percurso com os “Arcos do Fincão” – dois imponentes arcos de pedra paralelos que fazem parte de um complexo sistema de abastecimento de água da cidade e que sustentam ainda hoje canos de água. Estes com origem em várias minas na encosta poente da Serra de Santa Luzia.

Santa Luzia – Viana do Castelo

Adira e Partilhe o evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

Não é necessária inscrição na caminhada. Basta aparecer!

A caminhada é gratuita para os associados da AVE com quotas em dia e terá o custo simbólico de 1 euro para os restantes participantes.

NOTA: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Roteiro

O percurso é circular, tendo início e fim junto ao Santuário de Santa Luzia – Viana do Castelo.

A dificuldade deste percurso é fácil, com 10,7 km. O trajeto é feito boa parte por caminhos florestais com algumas pedras soltas e presença de algum tojo – vulgo mato, pelo que se recomenda uso de vestuário e calçado adequado às condiçõ

Pontos de interesse: um dos principais pontos de interesse deste trilho são o Santuário de Santa Luzia, os Arcos do Fincão e Aqueduto – Ribeira a Azenha e Cascata, aldeia de S. Mamede, a Casa do Radar, o Parque de Lazer, a Carreira de Tiro, o Miradouro e a Citânia de Santa Luzia.

Logística

A caminhada iniciará às 09:30h junto ao Santuário de Santa Luzia em Viana do Castelo, Para quem preferir partilhar transporte, haverá um ponto de encontro prévio junto à entrada do Campus da Universidade do Minho, em Azurém, às 07:45h. Recomendamos a partilha de automóvel, para diminuirmos a pegada ecológica desta atividade.

Para alguma eventualidade em que seja necessário contactar a organização, podem ser usadas duas alternativas: info@ave-ecologia.org (e-mail) ou 912 840 699 (telefone).

Ficha técnica

  • Distância: 10,7 km
  • Dificuldade: fácil
  • Duração estimada: 7 horas incluindo pausa para piquenique 
  • Âmbito: Histórico-cultural, ambiental e paisagístico.

Devem trazer farnel para almoço, água em quantidade necessária e algum reforço (fruta, bolachas…)