Regadas e Vale do Bugio

No próximo dia 23 de setembro, celebraremos a entrada no outono com um regresso a Fafe, para explorarmos o vale do rio Bugio, em Regadas. Será também um regresso a este interessante curso de água, que já visitámos em 2016 num troço mais a jusante. Teremos oportunidade de conhecer as paisagens rurais que marginam o serpentear do Bugio, cuja presença será uma constante em boa parte da caminhada.

IMG_20180714_080409 (1280x960)

Adira ao evento da caminhada no Facebook e fique a par de todas as informações até à data do evento.

Não é necessária inscrição na caminhada. Basta aparecer! A caminhada é gratuita para os associados da AVE com quotas em dia e terá o custo simbólico de 1 euro para os restantes participantes.

NOTA: esta caminhada não inclui seguro e pode ser alterada por razões externas à organização.

Roteiro

A partir do centro de Regadas, no Largo do Coreto, subiremos ao longo do vale do Bugio, por entre campos e bosques, em caminhos quase labirínticos – dizemos “quase”, porque todos os caminhos têm saída! Na primeira metade do percurso, não teremos ainda contacto com o rio, mas poderemos apreciar a diversidade paisagística bem típica do Minho interior, consequência da abundância de água, do vigor da natureza e da ação humana. Deixaremos a freguesia de Regadas e entraremos nos territórios vizinhos de Ardegão e Seidões. Na extremidade nordeste do percurso, já no enclave da freguesia de São Gens, atravessaremos pela primeira vez o Bugio e iremos continuar a caminhada agora mais próximos das margens.

 

Chegados ao lugar do Pontido, voltaremos para a margem esquerda, para subir a Talhos. Dali entraremos numa zona de vegetação mais densa e chegaremos ao local onde se irá realizar o piquenique – a Ilha dos Amores, uma zona de lazer na margem do Bugio, com muita sombra, mesas, bancos e vários passadiços que farão as delícias de todos.

 

Após o almoço, continuaremos a descida pelo vale, com mais uma travessia junto à histórica Fábrica do Bugio, uma das primeiras indústrias têxteis do concelho de Fafe, cuja barragem é hoje uma presença anacrónica e um obstáculo ao livre fluir das águas do rio que lhe deu o nome. A parte final do percurso será muito semelhante aos primeiros quilómetros, com um misto de belas veredas pelos campos e refrescantes caminhos florestais.

Logística

Pretendemos iniciar a caminhada às 10h00, no Largo do Coreto (41°23’45.6″N 8°09’04.4″W), em Regadas, Fafe. Para quem preferir partilhar transporte, haverá um ponto de encontro prévio junto à entrada do campus da Universidade do Minho, em Azurém, às 9h15. Recomendamos a partilha de automóvel, para diminuirmos a pegada ecológica desta atividade.

Cada participante deverá levar comida e bebida para pique-nique durante a caminhada, a realizar a meio do percurso. Devem levar roupa e calçado adequado ao terreno acidentado/húmido e às condições climatéricas.

Para alguma eventualidade em que seja necessário contactar a organização, podem ser usadas duas alternativas: info@ave-ecologia.org (e-mail) ou 912 840 699 (telefone).

Ficha técnica

  • Distância: 12 km
  • Dificuldade: fácil
  • Duração estimada: 6 horas
  • Percurso: formato KML
altimetria

Perfil altimétrico

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s